Seda Urban Salon, eu fui.

Bonjour!

Nesse sábado (cedo, bem cedo…) fui conhecer o Seda Urban Salon, para quem (ainda) não sabe do que se trata, é uma ação promocional da marca Seda, que está passando por uma repaginada para conquistar as clientes mais exigentes e uma boa quantidade de gente que tem certo preconceito contra marcas “varejão” (conheço um monte rs, e eles tem suas razões).

Para isso eles fizeram algumas alterações nas formulas das linhas já existentes, com a ajuda de 7 experts em cabelos (cada um com sua especialidade, visite o site http://www.sedaurbansalon.com.br/) que contaram o que já usavam de  especial em seus salões, também houve mudança nas embalagem mas thanks God, nada de mudança no preço. E a ação promocional bem agressiva é esse salão VIP (e gratuito, claro) na Oscar Freire, onde só podem ir pessoas convidadas.

Como sou assinante da Elle, recebi um convite (ebaaaaa) e marquei meu horário (o primeiro rs) no sábado de manhãzinha. Na sexta me ligaram para confirmar presença, o que achei bem legal já que escutei que algumas pessoas já tiveram problemas por confusão de horário.

Cheguei lá, fui recepcionada por atendentes lindas (ai que raiva! haha) e educadas. Ofereceram-me algo para beber e a pessoa sem noção tomou uma taça de Prosecco antes das 10 da manhã, mas prometo que não fiquei bêbada, e nem sou. A primeira coisa que eles fazem é encaminhar para a análise do fio. Com um programa que “lê” alguns aspectos do seu fio mais uma lente de aumento, eles vão registrando tudo e preenchendo um pequeno questionário.

Achei bem legal, abaixo a análise que foi enviada ao meu e-mail, só para constar, eu não uso tintura nem nenhum tipo de química, não uso secador nem chapinha, por isso a coisa não está tão ruim quando poderia ser rs:

resultado

Depois da análise você é encaminhado para uma estação de cabeleireiro, onde o profissional (no meu caso o Igor Machado, do JJ

) vai lavar, dar dicas e fazer alguma finalização no seu cabelo.

O Igor é ótimo e foi bem engraçado o processo de transformação, foi tão legal que eu nem senti o tempo passar. Ele lavou meu cabelo com os produtos da linha, deu dicas e eu deixei à cargo dele como finalizar. Ele resolveu então fazer uma coisa bem Diva, com cachos grandes.  Antes do babyliss fez a escova mais rápida da minha vida (sério, Guinness Book mode on), ficou muito legal e segurou bastante nos meus cabelos.

Depois ainda ganhamos uma pequena massagem (do próprio cabeleireiro) e vamos para um espaço meio “jardim de inverno” (sem plantas rs) onde um maquiador (que eu esqueci o nome, ops) dá uma retocada no carão. Na verdade não foi nada de sensacional essa parte, só aplicou um pó por cima da base que eu já estava usando, uma sombra quase cor da pele, rímel, blush e batom. Mas fiquei com cara de saudável, então valeu. Após maquiagem eles tiram uma foto, que vc ganha de presente – a minha está horrível hauhau, não dá para ver o cabelo, com o fundo preto e falta de iluminação, mas beleza –  e uma sacola da Elle (bem grandona, amei).

A experiência foi válida e eu me acostumaria fácil com essa vida! Se você receber o convite, não deixe de ir, é muito legal e você acaba conhecendo profissionais de qualidade.

Quanto à linha Seda, eu uso sempre o Serum Camadas e em dias nublados lavo com o Shampoo Antin-Sponge, mas utilizo junto algum condicionador super hidratante (no caso o Castanha do Brasil, da Granado) senão o cabelo fica meio seco, quando terminar o pote, compro outro para ver se sinto alguma diferença na fórmula e aviso aqui.

Um grande beijo!

Dos protetores que usei.

Demorei mas voltei, com mega post!

 Sou muito branca e uso protetor solar diariamente no rosto e mãos desde os 15 anos (na verdade desde os 13, mas não tinha tanto saco e tinha dia que esquecia rs), mesmo assim tenho sardas, então fico pensando, como estaria minha pele hoje (com 25) se não usasse? Rs. Não vou entrar nos méritos de que tem que usar e blábláblá porque todo mundo sabe disso, estou aqui por outra razão.

Bom, o caso é que eu tenho uma vasta experiência no mundo dos protetores não só por tempo de uso, mas principalmente em variedade, pois demorei a encontrar os que não me causam alergia. Até eu ir em um dermatologista que me encaminhou p/ alergista que disse “100% físico filha!”, antes disso eu penei. Foi muito dinheiro, muitas espinhas e muitas reações no caminho, mas agora aprendi rs!

Vou comentar os produtos que (lembro) já usei, começando pelo mais recente até os mais antigos. Notem que os mais antigos era protetores corporais, pq minha mesada/salário de estagiária não comportava o valor dos faciais que eu tinha conhecimento. Eu sei, eles são oleosos demais, mas na época eu não ligava nem p/ o cheiro de praia que eu exalava HAUHAUHAUAHAU

Agruparei eles pela marca, pois só tem uma que usei mais de um produto rs, aí vai:

 

linha Fotoequilíbrio

linha Fotoequilíbrio

O que uso atualmente, a Natura salvou meu bolso após os médicos indicarem os 100% físicos, pois até minha dermatologista indicar a Loção Fotoequilíbrio Bebê (que custa 21 reais em promoção) eu usava o da Avène, que custa deixa eu ver…umas 4 vezes isso. Ainda depois de um tempão usando filtros físicos, consegui usar os mistos dessa linha, sem ter reações (mas só da Natura mesmo…). Vamos aos que usei/uso da marca:

 Loção Fotoequilíbrio FPS 30 oil free: esse é o do momento, mas tem um porém dentre os colegas de marca, após passá-lo eu espero 2 minutos (sem paciência) e começo a me maquiar, acontece que essa loção em particular meio que “esfarela” quando passo a base/corretivo, nada absurdo, mas tem que tomar bastante cuidado.

 Loção Fotoequilíbrio FPS 50 peles normais e secas: o primeiro que testei contendo filtro químico. Gosto bastante, proteção alta, apesar de não ser oil free não deixa minha pele uma refinaria, mas deixa um pouco oleoso sim…

 Loção Fotoequilíbrio Bebê FPS 30: esse é o primeiro que usei da linha, composto de filtros 100% físicos e não é oil free, mas deixa minha pele mais sequinha do que o citado acima. O que eu mais gostei desse é que além do preço mega barato em relação aos outros filtros físicos do mercado, ele não parece hipoglós, um problema bem comum nesse tipo de bloqueador. Ele tem uma consistência bem fluida, e se espalhado direito não deixa o rosto esbranquiçado. Quando estou com a pele sensível eu uso ele.

  

Protetor FPS 50 para Peles Intolerantes

Protetor FPS 50 para Peles Intolerantes

O primeiro 100% físico facial que usei, um chute no orçamento que eu usava com prazer e me acompanhou por um ano rs. Minha pele poderia estar um caco, que ele não causava reação, aliás, usei ele durante um tratamento com beta-bloqueador (ou algo assim, um creme que trata alergia e não pode tomar sol dejeitomanera) e foi lindo.Maaaaaaaassss, além do preço roots ele tem um problemão: não há como usá-lo sem parecer um fantasma, ele é super groso, tem até uma cor rosada p/ dar uma disfarçada mas não adianta, eu espalhava muuuuuito, usava pouco (ou seja, não usava direito rs), aplicava um pó por cima mas mesmo assim ficava meio Gasparzinho. Guardo para situações de calamidade pública (pele machucada ou sei lá o que) e uma coisa é fato, ele protege MESMO! Usei ele quando fui para o Egito, estava apenas MÉDIA de 47 graus na minha viagem, andei no deserto, na beira do rio Nilo e ele segurou tudo, voltei da mesma cor! Até minha irmã e nossa amiga começaram a usar ele na viagem rs (uma estava com um La Roche e a outra não lembro).

 

La Roche-Posay

La Roche-Posay

Usei o Anthelios Helioblock FPS 30 Fluide Extreme Oil Free por um bom tempo antes que ele me desse reações, gostava bastante mas ele me causava algumas espinhas. Protege muito bem e dura horrores, acho que de todos foi o que mais rendeu. Mas, com o tempo minha pele reclamou.

 

Loção Solar protetora Nivea

Loção Solar protetora Nivea

É eu usava o a Loção protetora corporal mesmo, no rosto e tudo rs, ficava com cheiro de praia, brilhante e com espinhas, mas não me deu nenhuma alergia por uns bons anos e para mim era isso que importava. O fato é que notei que não posso usar por um tempo muito prolongado (no corpo, aprendi rs) que ele me dá alergia, mas até um mês ele é ótimo, então toda vez que vou à praia ainda uso a loção FPS 50. Gostaria de experimentar a Light Feeling, mas tenho medo de gastar $$ à toa, minha cota de gastos inúteis com protetor se esgotou!

 

Coppertone FPS 30 em Gel

Coppertone FPS 30 em Gel

Na verdade antes do Coppertone eu usava Nívea também, daí saiu essa versão dele FPS 30 em Gel, eu experimentei e pronto, sem Paula brilhando! Usei no rosto por alguns meses, mas o veículo era álcool e minha pele começou a ficar muuuuuuuito seca, e com o tempo: alergia. Aí voltei p/ Nívea.

 

Episol Protetor Facial em Gel FPS 30

Episol Protetor Facial em Gel FPS 30

Usei o em Gel FPS 30 por alguns meses, mas meu rosto ardia bastante, ficava vermelho, desisti! Minha irmã também não se deu com ele, mas tenho amigas que amam, dizem que a loção é melhor para peles sensíveis, mas nunca testei.

 Sunblock/Sundow: Esses não tem site, fotinho nem nada por puro trauma. Acho que a última vez que usei o Sunblock (que minha mãe começou a comprar pq o Sundow me dava alergia rs) eu tinha uns 12 anos, tive uma reação o horrível e pronto, Nívea rs.

  

A lista acima são os que eu lembro ter usado e vale citação, na verdade usei outros também, manipulei e tudo, mas nada que mereça resenha. Esse post fiz para tentar ajudar aquelas pessoas que também penam por aí com esse problema e ainda não se encontraram. Vale lembrar que o que funciona pra mim (pele mista, bem seca nas têmporas, bem branca com tendência à manchas e alergia) pode não funcionar para você, mas, acho sempre válido a experiência alheia, vai que no meio disso tudo você não encontra algo que te ajude, e assim não gaste rios de dinheiro (como eu fiz) com protetor!

 Don’t give up!

 Bjs

 Paulinha

Phenomen’Eyes Givenchy

 

Phenomen'eyes

Faz um tempinho, eu só usava rímel preto de noite e em raros casos. Como meus cílios já são curvados e negros (por isso não uso curvex), nem dava muita bola, pq quando eu uso rímel fica muuuuito evidente, então o máximo que fazia era usar máscara incolor para separar, já que sou a favor na maquiagem do tipo “oi nasci linda assim” (leia-se “oi, tenho medo de ousar”).

Não sei exatamente em que ponto comecei a usar rímel preto direto, todo dia. Já que apesar dos atributos acima, meus cílios não são muitos, daí as máscaras de volume dão todo o tchans.

Mas blogando por aí vi no Dia de beauté um vídeo mostrando a Phenomen’eyes da Givenchy e achei muito legal! Pelo aplicador mesmo! Daí, sabendo que iria viajar p/ exterior aguardei pacientemente até chegar lá e quebrar a cara: saia mais em conta ou a mesma coisa comprar aqui no Brasil, já que não encontrei por 26 euros como no site da Sephora.

Então no dia seguinte do meu retorno à Sampa, fui na Opaque do shopping Eldorado e arrematei a minha por 124 reais. Vende em diversas lojas, inclusive na Sack’s, mas está um pouco mais caro.

Bom, a máscara é muito legal para alongar mas não dá muito volume (diferente da Chanel Exceptionnel que me deixa com 76868688 fios que parecem naturais hohoho).

O fato é, esse aplicador é muito incrível mesmo! Com ele qualquer pessoa consegue alcançar todos os fios, inclusive aqueles micro que ficam na parte interna dos olhos! Sem contar que é a única máscara que eu me atrevo passar nos cílios inferiores, já que com as outras eu faço A caca, e com ela é facílimo.

Ela vem com uma bula explicando as várias formas de aplicar para conseguir cada efeito, também disponível aqui pelo site. Uma outra coisa que eu faço com ela, e só com ela: rímel só nos cílios do canto exterior dos olhos, para dar aquele efeito “gatinha”, fica super natural e lindo.

O fato é, acho que nunca gastei tanto em um produto só, mas valeu a pena, e com certeza quando ela acabar eu guardarei o aplicador para usar com outra rs.

Bises et au revoir!

THE BODY SHOP

A The Body Shop é uma loja de cosméticos natureba, bem legal que tem no exterior e que eu sempre comparei à Natura, principalmente pela linha Ekos, já que a grande maioria dos produtos da The Body Shop segue essa linha de produtos com base orgânica e ecologicamente corretos.

 Como a nossa marca brasuca, eles levam bem a sério o quesito participar ativamente na comunidade defender o desenvolvimento sustentável, tanto que, na maioria dos produtos o rótulo informa qual comunidade o produto em questão ajuda (leia-se, de onde vem a matéria prima), e em geral são locais bem ermos e necessitados.

 Os produtos são bem variados e o que mais gosto é a linha corporal. Tem de tudo quanto é coisa! Morango, Manga, Côco, Castanha do Pará (a Brazil Nut rs), Manteiga de Karité, Aloe e por aí vai.

ki1

 Nessa última viagem que fiz resolvi não comprar nada demais, já que o Euro estava caro e o meu dinheiro curto, mas no último dia, eu e minha irmã passamos em frente à uma The Body Shop em Cascais, tão bonitinha que não agüentamos.

 Acabei comprando o Kit da ilustração (mas na versão Karité, minha irmã comprou esse vermelho de Morango mesmo) mais um para o rosto, indicado para peles sensíveis, a base de Aloe. Sobre ele escrevo da próxima vez. Nos concentremos no da fotos rs.

 O Kit vem em tamanhos reduzidos, o que é meio insuficiente em produtos para o corpo, mas dura viu! Se vc for pão dura como eu rs.

 Paguei 12 euros, e ele contém os produtos indicado na imagem, inclusive a nécessaire fofa.

 O Esfoliante foi o que mais gostei, além de ser super grosso ele hidrata muuuuuito, uso nos braços, onde ficam uns pelinhos encravados que com a ajuda dele se libertam. Depois que você enxágua a pele fica uma seda!

 O Creme para banho é legal, mas esse dura nada mesmo, porque tem que usar uma quantidade boa para espalhar bem, o cheiro não fixa tanto, mas a pele fica legal.

 A manteiga hidratante é realmente uma manteiga, praticamente uma margarina de Karité rs, mas não fica melecado! É ultra hidratante, usei na perna quando estava com uma área super ressecada, que até ardia e ela hidratou o lugar perfeitamente!

 A bucha é bem legal, tipo aquelas da Lux. Achei o kit muito bom, o custo benefício ótimo e como tudo o que já usei da marca, NADA me deu alergia! Amei, recomendo e quero mais!

 

Bjs

Lisboa!

torre-de-belem

Passei essa última semana em Portugal, mais especificamente em Lisboa. E como me surpreendi!

Eu esperava uma cidade agradável, mais encontrei muito mais do que isso! Primeiramente, chega a ser emocionante visitar outro país e falar português, experiência completamente inédita para mim. Ame ou não, Portugal faz parte da nossa história, e é emocionante ver os túmulos dos que aportaram aqui, tantos séculos atrás.

Os prédios antigos não são tão conservados como os de Paris, mas são muito parecidos com os nossos do centro (de São Paulo pelo menos rs), a comida não é estranha para nós, tem até arroz doce de sobremesa em restaurante rs.

É engraçado também ver cartazes por toda a cidade anunciando shows do Alexandre Pires, Daniela Mercury tocando para todos os lados e pessoas me perguntando “o que acontece com a Maya depois que ela casa” em Caminho da Índias (coisa que eu não soube responder e sinto q pegou mal rs).

O que mais me inpressionou foi a relação que eles tem com o Tejo, o rio deles, é quase surreal para mim ver pessoas velejando aos domingos no rio que segue à cidade, chegar nas margens e ver peixes…e não só porque meu contato frequente com rios é na Marginal Pinheiros ou Tietê! Mas pq eu realmente nunca havia visto isso, em Paris por exemplo, tem transporte fluvial no Sena e só! Claro que não dá p/ velejar no Sena pq ele é infinitamente mais estreito que o Tejo, e o fato de o Tejo desembocar no mar, na cara de Lisboa ajuda, mas continua sendo surreal.

Também fui à Fátima, Nararé, Batalha (onde tinha o túmulo de um Gonçalves que salvou a vida de Dom João, seria um parente? rs), Óbidos, Sintra (castelos que deixam Versalhes no chão) e cascais. E me encantei em todos esses lugares.

Agora, seguindo ao assunto básico:

MODA EM PORTUGAL

Ok, eu já havia sido avisada que Portugal não é um país tão fashion como os demais da Europa, mas realmente, não sabia que era tanto assim rs. Não que as pessoas se vistam mal, mas é tudo muito…comum!

O pessoal lá não é muito ligado na moda mesmo (digo pelo que vi nas ruas ok, não fui em nenhum lugar en vogue para ver a nata da sociedade Lisboeta rs), e uma coisa que eu e minha irmã notamos é que as jovens que buscam ser fashion exageram, tipo, mistura de muitas cores que nada tem a ver, ou peças descoordenadas…algumas coisas bem estranhas! Claro que tem muita gente bem vestida, mas você não anda na rua e pensa “nossa, quanta gente elegante!”.

Tem muitas lojas brasileiras e no fim as pouquíssimas compras que fiz foram nas básicas H&M, Bershka e El Corte Inglés. Fora a Sephora é claro rs.

Mas eu realmente amei as cidades por onde passei, especialmente Sintra, com seus castelos de conto de fada.

Portugal que me aguarde, pois eu ainda voltarei!

bjs

Creminho Supimpa

Calmance

Voltando à minha rotina de  um post por mês haha.

Hoje falo sobre um hidratante facial que eu uso bastante e adoro, o Calmance Creme Hidratante Facial da ROC (J&J).

Esse creme me foi indicado pela dermatologista, para acalmar a minha tão sensível pele do rosto, em uma época trash, em que eu simplesmente não passava nenhum hidratante nem protetor para não causar alergia.  Além de hidratar sem irritar, ele tem um “fator” chamado Feverfew, que me ganhou eternamente rs. O que acontece é que pessoas que tem pele muito sensível tende a sentir o rosto esquentar ao passar qualquer produto, e também ficar vermelho. Eis que esse fator é exatamente para isso não acontecer! Quando eu passo ele sinto uma sensação boa e refrescante em um local que antigamente pegaria fogo! E em menos de um minuto minha pele está da cor normal (e não vermelho-pimentão-oi-gente-passei-creme)!

Ele tem diversos compostos interessantes que ajudam a pele a se tornar mais resistente (efeito placebo ou não, eu senti isso!) e Ginkgo Biloba, aquela  plantinha nota 10 que ajuda no combate aos radicais livres e melhora a circulação. E o cheiro do hidratante é bem levinho, cheiro de mato, chá mesmo!

Apesar de entusiasta desse creme é bom alertar, ele é um pouco oleoso, pouco, mas é! Quando eu usava ele direto me causou algumas (poucas) espinhas, hoje, com a pele muito mais saudável eu utilizo ele somente em áreas onde não aplico o clareador (Klassis) e em locais sensíveis, lesados ou ressecados. Também vale dizer que, depois de um tempo de uso o óleo dele meio que se separou do resto da fórmula (as vezes eu esqueço de agitar antes de usar, aperto o tubinho e sai só um óleozinho).

Acho esse creme uma boa (e não cara) aquisição para pessoas com os problemas descritos ao longo do texto, mas desnecessário para quem tem a pele resistente ou muito oleosa.

C’est tout!

bjs

Salvou minha pele: Foaming Non-Detergent Washable Cleanser – Kiehl’s

foaming-non-detergent-washable-cleanser1

 

Eu ia escrever logo que comprei sobre esse produto, mas resolvi esperar um mês de uso para ver se realmente não encontrava nenhum problema e não encontrei!

Esse nome gigante quer simplesmente dizer que ele é uma espuma limpadora sem sabão! Isso sem sabão, eu achei a maior novidade, daí contei p/ meu amigo que disse q a Nívea tem um produto parecido rs. não usei o da Nívea (que vem a custar menos da metade do da Kiehls, mas deixa p/ lá) então não posso falar dele, mas meu amigo, que tem problema com espinhas pelo uso de cortizona está adorando!

Voltemos ao da Kiehl’s, minha pele é mista e ele é um produto para peles oleosas/mistas, não deixou meu rosto seco, como 100% dos limpadores/sabonetes deixam, limpa muuuuuito bem e de uma maneira suave, mesmo assim removendo a oleosidade! Nunca tinha usado um produto assim, a verdade é que depois de 2 semanas de uso minha pele melhorou muuuuito! Os poros diminuiram, a vermelhidão também, nenhuma descamação, espinha, está mais lisinha e brilhante, e ele foi a única coisa que mudei da minha rotina diária de beleza! Logo, aprovado com louvores!

A vantagem de ele não ter sabão é que dessa forma ele retira as impurezas sem retirar a camada protetora da pele, o que costuma a causar muitos problemas em pessoas de pele sensível e fina.

Perto do que eu usava antes (Normaderm da Vichy) ele não é caro, custa 56 reais 125ml, e olha, vai durar uma eternidade, pois para aplicá-lo basta uma gota (sério!)!

É só molhar as mãos, colocar uma gotinha dele nelas, esfregá-las para formar a espuma e passar no rosto! Faz um mês que uso, 2 vezes por dia e o volume não diminui nem um dedo! Outro ponto positivo, ao me ver, é que ele não tem essência, o que o torna mais tolerável à peles alérgicas e não briga com o cheiro do  seu hidratante/perfume/batom whatever!

VEREDICTO:

Custo Benefício/Duração/Limpeza/Remoção da Oleosidade/Respeito à pele sensível: 10

AMEI!